Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2020

Você tem dúvida em investir na sua cidadania italiana?

Os italianos se enquadram no Visa Waiver Program que os isentam de necessidade de vistos Você ainda tem dúvida se investir na sua cidadania italiana vale a pena? Se a resposta for sim leia até o fim! 1.     Com a cidadania italiana você pode residir em qualquer lugar da União Europeia sem a necessidade de vistos. 2.      Você pode transmitir a nacionalidade italiana aos seus descendentes, dando a eles mais oportunidades. 3.    Mais oportunidades de empregos em empresas multinacionais no Brasil, trabalho em qualquer lugar da União Europeia e abrir sua própria empresa legalmente. 4.       Estudar na Europa pagando até 5 vezes menos que estrangeiros. 5.      Fácil locomoção entre os países da União Europeia. Uma vez que não se faz necessário nenhum visto para que cidadãos italianos transitem entre os outros países do bloco. 6.     Os italianos se enquadram no Visa Waiver Program que os isentam de necessidade de vistos. Basta apenas preencher os ESTA (ato dec

Nacionalização por matrimonio

Naturalização italiana por casamento Quem se casa com um cidadão italiano tem direito a cidadania. O cônjuge não precisa ter nascido na Itália. Para entrar com o pedido vocês precisam de um tempo mínimo de casados e apresentar uma série de documentos exigidos pelo governo italiano. A cidadania italiana por matrimônio também conhecida por naturalização italiana por casamento é possível as pessoas casadas no registro civil com cidadão italiano ou ítalo-brasileiro. Tem o direito a concessão da cidadania italiana os cônjuges de cidadãos italianos: Para mulheres automaticamente se o casamento no registro civil aconteceu até a data de 27 de abril de 1983 (com exceção da cidadania Trentina); Mulheres e homens que se casaram após 27 de abril de 1983 com cônjuges italianos tem o direito a naturalização. Tempo de casamento em registro civil a 3 anos (sem filhos entre o casal) e 1 ano e meio (com filhos comuns entre o casal) Atenção! Desde dezembro de 2018 a Legi