Pular para o conteúdo principal

Nacionalização por matrimonio

Naturalização italiana por casamento



Quem se casa com um cidadão italiano tem direito a cidadania. O cônjuge não precisa ter nascido na Itália. Para entrar com o pedido vocês precisam de um tempo mínimo de casados e apresentar uma série de documentos exigidos pelo governo italiano.

A cidadania italiana por matrimônio também conhecida por naturalização italiana por casamento é possível as pessoas casadas no registro civil com cidadão italiano ou ítalo-brasileiro.

Tem o direito a concessão da cidadania italiana os cônjuges de cidadãos italianos:
  • Para mulheres automaticamente se o casamento no registro civil aconteceu até a data de 27 de abril de 1983 (com exceção da cidadania Trentina);
  • Mulheres e homens que se casaram após 27 de abril de 1983 com cônjuges italianos tem o direito a naturalização.

Tempo de casamento em registro civil a 3 anos (sem filhos entre o casal) e 1 ano e meio (com filhos comuns entre o casal)

Atenção!
Desde dezembro de 2018 a Legislação Italiana para iniciar o processo exige que o requerente a naturalização italiana comprove o conhecimento do idioma italiano, através da apresentação de um certificado de proficiência, constando o exame Certificado di Conoscenza dela Lingua Italiana.

O processo de naturalização italiana por casamento é uma concessão do Governo Italiano e não um direito de sangue. Portanto, mesmo que casados há anos com um cidadão italiano o Governo Italiano pode negar a solicitação de naturalização.

Informações pelo WhatsaApp +39 320 272 8605

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nossos Serviços

Certidões para cidadania italiana Análise e Orientação de Documentos  O Processo de Cidadania Italiana acontece em etapas:  Primeiro fazemos a solicitação de documentos no Brasil junto aos cartórios.  Após essa etapa é preciso solicitar a certidão do antenato na Itália.  Fazemos a verificação de documentos para ver se há necessidade de retificação das certidões no Brasil.  Com todas as certidões prontas enviamos tudo para a tradução juramentada e fazemos o apostilamento.  Depois de tudo pronto é só dar entrada no processo na Itália.                                                                                                                     O que fazemos: ·        Orientação e análise dos documentos;  ·        Pedido de certidões nos cartórios no Brasil; ·        Pedido de certidão do antenato na Itália; ·        Realização de certidão negativa de naturalização;  ·        Encaminhamento para tradutor juramentado; ·        Encaminhamento para

Cidadania Italiana via materna

Se você tem mulher na linhagem isso  não impede a transmissão da cidadania No dia 1 de janeiro de 1948 entrou em vigor a Constituição da República Italiana onde as mulheres passaram a ter os mesmos direitos que os homens, incluindo a impossibilidade de transmitirem a própria nacionalidade aos filhos. Com a nova constituição e legitimação da mulher perante a sociedade as coisas mudaram, no entanto, essa regra se aplica sem efeitos retroativos, isto é, apenas aos filhos de mulheres italiana nascidos a partir de 1 de janeiro de 1948 é que puderam receber a nacionalidade das mães. Se você tem mulher na linha de transmissão direta da cidadania italiana, independe se ela é sua trisavó, bisavó, avó ou mãe o que precisamos levar em conta é quando nasceu o filho dela. Se foi antes de 1948, o processo deve ser feito judicialmente, o que não impede a transmissão da cidadania. Se esse é o seu caso, não se preocupe, o entendimento da corte italiana é pacífico ao reconhecer o direito

Você tem dúvida em investir na sua cidadania italiana?

Os italianos se enquadram no Visa Waiver Program que os isentam de necessidade de vistos Você ainda tem dúvida se investir na sua cidadania italiana vale a pena? Se a resposta for sim leia até o fim! 1.     Com a cidadania italiana você pode residir em qualquer lugar da União Europeia sem a necessidade de vistos. 2.      Você pode transmitir a nacionalidade italiana aos seus descendentes, dando a eles mais oportunidades. 3.    Mais oportunidades de empregos em empresas multinacionais no Brasil, trabalho em qualquer lugar da União Europeia e abrir sua própria empresa legalmente. 4.       Estudar na Europa pagando até 5 vezes menos que estrangeiros. 5.      Fácil locomoção entre os países da União Europeia. Uma vez que não se faz necessário nenhum visto para que cidadãos italianos transitem entre os outros países do bloco. 6.     Os italianos se enquadram no Visa Waiver Program que os isentam de necessidade de vistos. Basta apenas preencher os ESTA (ato dec